Disciplina de Endocrinologia e Metabologia

Hospital das Clínicas

Faculdade de Medicina da USP

Diabetes

A importância do exercício físico

mms://stm.dtm.fm.usp.br/telessaudedemanda/atividade_fisica_geral.wmv

Rodrigo Tallada Iborra
Duração: 07min e 17seg leia mais…

02.09.2011

Os líquidos e o emagrecimento

Durante um programa alimentar que visa promover perda de peso, deve-se ter cautela em relação ao tipo de líquido ingerido. O ideal é que esses líquidos sejam pobres em calorias ou mesmo isentos de calorias. leia mais…

16.10.2010

Obesidade e gestação

O aumento da incidência de diabetes mellitus gestacional (DMG) em mulheres obesas é atribuído à resistência à insulina combinado com uma deficiente secreção do hormônio, sendo a resistência à insulina correlacionada ao IMC mesmo em gestações normais. leia mais…

16.10.2010

Obesidade e doenças induzidas por estresse

Mito ou realidade? As evidências, escassas há poucos anos, começam a aparecer.

O estresse tem sido ligado ao aparecimento de várias doenças, embora o mecanismo que ligue esses fenômenos ainda não esteja completamente esclarecido. leia mais…

16.10.2010

Obesidade e doenças da mulher

A obesidade é um problema de saúde pública no mundo todo, pois é causa direta ou indireta do aumento dos fatores de risco para doença cardiovascular. Na mulher pode surgir em qualquer fase da vida, trazendo não apenas problemas cardiovasculares, leia mais…

16.10.2010

Medicamentos para tratamento de obesidade: serotoninérgicos, de ação intestinal, e formulações magistrais

Os medicamentos ditos serotoninérgicos (antigamente representados pela fenfluramina e pela dexfenfluramina, não mais comercializados), não é propriamente uma categoria de remédios puramente antiobesidade. leia mais…

16.10.2010

Ganho de peso com medicações psiquiátricas

Se por um lado, pode ocorrer ganho de peso devido a sintomas ansiosos ou a doenças psiquiátricas como depressão, ganho de peso é um efeito colateral freqüente de várias medicações utilizadas na área da psiquiatra. leia mais…

16.10.2010

Fluoxetina é útil na perda de peso?

A fluoxetina (e a sertralina, que é parecida) é um inibidor da recaptação de serotonina. Isso significa que essas medicações aumentam a serotonina no cérebro, sendo indicados formalmente no tratamento de depressão e bulimia nervosa, mas sem indicação em bula para tratar obesidade. leia mais…

16.10.2010

Causas endócrinas de obesidade

A presença de doenças levando a ganho de peso deve ser avaliada caso a caso pelo médico, de acordo com os sinais e sintomas apresentados pelo paciente.

leia mais…

16.10.2010

A importância de perder a barriga

Muitas pessoas apresentam pequeno excesso de peso concentrado na barriga. Muitas clientes minhas, mulheres, referem que “meu marido não é gordo; ele tem só uma barriguinha”. Mais do que isso, essa barriguinha recebe apelidos carinhosos leia mais…

16.10.2010

Disciplina de Endocrinologia e Metabologia
Hospital das Clínicas da FMUSP - Prédio do Instituto Central
Av. Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 255 - 7º andar - Sala 7037 - CEP 05403-900 - São Paulo/SP
Telefone/Fax: (11) 2661-7564, (11) 2661-6042 - Fale conosco